Loading...
Loading...

terça-feira, 28 de março de 2017

Fatos da Janela / Crônica do Cotidiano

Fatos da Janela / Crônica do Cotidiano

     Estava eu na rotina musical, quando ouvi um bem-te-vi próximo à janela.
     Parei de estudar e fui até a janela. O bem-te-vi estava em cima de um muro e, assim que o bem-te-vi me avistou, chamou o sabiá e, ambos expuseram o problema deles.
     O bem-te-vi e o sabiá aproximaram-se um do outro para conversar.
     Vieram alguns sabiás e expulsaram o bem-te-vi e bicaram o sabiá seu amigo, o qual tratou de sair do muro.
     O bem-te-vi voltou ao muro e o sabiá também. E a cena se repetiu.
     Não apareceu nenhum outro bem-te-vi para ajudar o bem-te-vi.
     O sabiá juntou-se ao bem-te-vi e enfrentou os sabiás, quando estes voltaram à cena pela terceira vez.
     Os sabiás vieram para bicar o sabiá amigo do bem-te-vi.
     A cena de confrontos durou quase vinte minutos.
     Por fim, ambos desceram ao jardim e foram comer das sementes.
     O meu almoço por pouco não se atrasa em consequência da amizade do bem-te-vi com o sabiá.
     À tarde, durante o período de estudo musical, não ouvi nenhum piu.
     Toda briga é triste.

2 comentários:

✿ chica disse...

Lindo parar e observar o que a natureza nos mostra. Cenas lindas e até as brigas deles vemos,rs bjs, chica

Zélia Guardiano disse...

Texto lindo, com magnífico fecho: toda briga é triste.