Loading...
Loading...

sábado, 12 de março de 2016

Clima de Moda / Crônica de Supermercado

Clima de Moda / Crônica de Supermercado

     O brasileiro, nas horas de campeonato, ainda é capaz de possuir fina ironia.
     Amanhã parece que tem jogo da seleção e temos que escolher as camisas. A roupa listrada está proibida para o jogo de amanhã.
     Fui jogar o lixo e me alertaram que a blusa listrada era inadequada, hoje é o dia da torcida se organizar.
     Pelo sim, pelo não, voltei e vesti a roupa com a qual todos me observaram sair para ir à igreja.
     Fui para a saída novamente e alguns olhares femininos disseram que até que estava adequada a roupa.
     Coloquei os pés na rua e mais alguém fez aquele sinal do Facebook indicando que curtiu os meus cabelos arrumados.
     À rua, observei a turma do ponto de ônibus vestindo cores vivas.
      Cheguei ao supermercado e os clientes, em geral, homens e mulheres reparavam nas cores das roupas.
     Tem gente preferindo usar a roupa de juiz: preto da cabeça aos pés.
     Em resumo, temos três cores para amanhã: as mais discretas, as mais vivas e as pretas.
     Está de um jeito que um pede ao outro para se arrumar de acordo com o evento.
     O supermercado está com uma promoção de bolos coloridos, os internacionais muffins, e as carolinas, as antigas bombas com creme de confeiteiro e doce de leite.
     Eu havia pensado em comprar um bolinho, mas eram coloridos e divididos em dois sabores.
     _Que cor a senhora escolhe?
     Comprei dois bolinhos, um de cada cor.
     A atendente deu risada.
     A fila dos caixas não estava grande, mas não fui à hora da crônica.
     Os uniformes dos times eram visíveis. Um olhando para o outro e outro olhando para um.
     Amanhã tem jogo. Pessoalmente, assistirei pela televisão. A única vez em que entrei num estádio de futebol na minha vida, foi para assistir um show musical.
     Bom jogo a todos! Tudo o que se quer é que o Brasil vença, mais nada.

     

Nenhum comentário: