Loading...
Loading...

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

O apresentador O céu.

O SOL SE PÕE

_Neste momento solene entra para a história do Brasil o senhor Antonio, o honesto. Esse é o seu apelido de hoje em diante. Um homem honrado que cumpriu com o seu dever de filho, irmão, marido e pai. Um homem que ensinou a acreditar na vontade do Todo Poderoso. Mas acima de tudo, Senhor Antonio, o senhor conseguiu permanecer vivo após um período da sua morte física. É assim que os homens entram para a história e, ninguém o esquece. A sua honestidade agride aos infames. A sua identificação com Cândido, de Voltaire, jamais será esquecida.

_O senhor saiba que a sua família lhe presta homenagens e agradecimentos. O senhor os ensinou a dignidade na pobreza e a humildade nos dias fartos. O senhor os ensinou a não dormirem quando o direito não os puder defender. Se o elogio em boca própria é vitupério, o silenciar diante da causa mal versada é ignonímia. A sua família o defende com a própria vida, se for o caso. Eles não fogem, eles enfrentam ponto por ponto e adversário por adversário com argumentos. Parece que o senhor os ensinou a procurar os estudos e os filósofos muito os ajudam.

_O senhor partiu daquela vida do planeta terra com dignidade. O senhor os ensinou a não desperdiçar água. A água refaz a natureza sem o auxílio do homem. Uma grande verdade. Água é vida. O senhor conversava sobre a água com o seu sogro. Se houver água e cimento, a água destrói o cimento e transborda em vida.

_No dia em que o senhor veio até aqui, foi bem recomendado pelo pároco da sua igreja. Ele soube dar valor às conversas na sua casa. O seu espiritualismo também era observado. As dádivas que recebeu. Colocar as crianças para dormir foi uma das suas delícias, cantar e beijar a testa dos filhos. Eu poderia falar dos jogos de futebol e do pobre rádio de válvulas que o escutava, mas aqui o futebol é irmão.

_Senhor Antonio, neste momento o céu o presenteia com uma tela para que o senhor comente os seus bons momentos para com os viventes de lá. A sua missão está cumprida. O senhor é história. O senhor foi honesto, digno e honrado no trato com as pessoas que nem sempre retribuíram a sua afeição. Mas é amado por muitos, certeza nossa e dos que aqui confraternizam esse momento.

_Aceite as nossas honras, amado Antonio.

Nenhum comentário: