Loading...
Loading...

sexta-feira, 1 de julho de 2016

Divagação


Divagação



Despretensão
São passos leves,
Ouvidos breves
Com pés no chão.

Sem gula ou ação,
Panquecas, crepes,
Nem serelepes
Da obstinação.

À ambientação
Vitrines céleres,
Autores célebres;
Divagação.

Um comentário:

Célia Rangel disse...

Seus versos permitem-nos divagar por entre a realidade...
Abraço.