Loading...
Loading...

sábado, 30 de junho de 2012

Sexto Sentido

Sexto Sentido

clip_image002

Agora que sei que você não sabe

Que eu sei; tu, que sentes por mim, afeto,

Igual ao meu, e baila a trançar, repara,

Nos olhos que chamam por ti, desperto.

 

Esqueça-te o mal e o sofrer da carne,

Sorrindo do encontro fortuito e incerto

Repleto de amores-perfeitos no ar,

Porque são reflexos do que nos é concreto.

 

Importa é que vivamos o que nos cabe,

Desejos e sonhos, dormindo o alarde;

A vida socorre a quem ama o eterno.

 

É sexto sentido de um signo etéreo

Sem nexo causal, que se esconde ao mister

Das brumas escusas à chama que arde.

26 comentários:

OceanoAzul.Sonhos disse...

Sem duvida, cada um deverá viver apenas o que lhe cabe, com os pés assentes na terra.

Gostei muito do poema.
abraço
cvb

Célia Rangel disse...

O sexto sentido de um olhar guarda, revela e descobre sentimentos segredados. Belo poema!
Bj. Célia.

Jossara Bes disse...

Bom Dia, YaYá!

"Importa é que vivamos o que nos cabe"!
Maravilhoso!
É somente o que precisamos!
Tenha um ótimo domingo!
Beijos!

Simone MartinS2 disse...

Bom dia querida, agradeço tua visita e saiba que, acredito que todos nós somos anjos livres e sem amarras podemos voar para onde os sonhos e a vida nos levar, basta acreditar e lutar...Deus esta sempre conosco, nunca nos abandona, acredito, mas quer que mereçamos ganhar as nossas batalhas, sozinhos ou não, mas livres!!
Bjinhos carinhosos e bom Domingo!!

mfc disse...

Essa é uma intuição real... a intuição de quem capta os sinais!
Beijinhos,

AquilesMarchel disse...

tudo que é meu!!

edumanes disse...

Porque você não sabe
Talvez gostasse de saber
Mais vale tarde
Do que nunca acontecer!

Um sonho realizado
Indicado pelo destino
Um desejo encontrado
Deste os temos de menino!

Bom domingo
um abraço
Eduardo.

✿ chica disse...

Lindo e viver o que nos cabe é preciso!!beijos,ótima semana,chica

Mona Lisa disse...

O sexto sentido, a sensibilidade que a tantos falta.

Belíssimo poema.

Beijos.

António Manuel Conceição Santos disse...

Hoje, domingo, dia 1 de Julho de 2012, ao passar por este seu cantinho, quero-lhe deixar uma mensagem, dizendo-lhe que, adorei esta última sua postagem.
Cumprimentos.
www.umraiodeluzefezseluz.blogspot.com

MARIA DA FONTE disse...

O importante é seguir viagem...Lindo.bjs

Imaginário disse...

"Agora que sei que você não sabe que eu sei". No primeito ato me desarma.
Abraço e ótima semana para você e todos aí.
Gilson.

Sonhadora disse...

Minha querida

São momentos de doce magia de encantamento que nos deixa a alma leve e o coração quente.
Lindo como sempre ler-te.
Um beijinho com carinho
Sonhadora

MA FERREIRA disse...

Yayá..

Co o sempre...um lindo poema..cheio de sentimento.. amei!

bjs e boa semana a vc!!

normy disse...

HERMOSO♥

Sandra Subtil disse...

Viver o que nos cabe já é tanto...
Beijinho minha querida

Ivone Poemas disse...

Linda amiga Yayá, eu vivo pelo sexto sentido, ele me guia sempre!
Abraços e obrigada pelo sempre esperado momento de ler um comentario seu lá no meu espaço!

Bergilde disse...

Não é fácil ouvir essa voz interior que alguns chamam sexto sentido ou intuição ou sei lá qual denominação.Sei somente que não erra se bem for interpretada.
Abraço carinhoso,

Maria Rodrigues disse...

Minha amiga lindissimo poema. Sim, na vida á que saber receber o que nos cabe.
Beijinhos
Maria

Giancarlo disse...

Felice inizio settimana...ciao

Elisa T. Campos disse...

Um afeto como os demais sentimentos
o sexto sentido nos sinaliza.
E é tão bom sentir esse afeto, nem precisa de palavras, basta o silêncio.

Lindo poema, Yayá.

Um lindo dia para você.
Bjs.

Luiz Alfredo disse...

Poeta Yayá
saiba que sempre te visito
não tenho comentado
por que escreves poemas
nas formas que mas gosto de declamar
mas tenho receio em comentar
quadras e sonetos
por que tenho medo de extrapolar
mas digo que fico feliz
com teus poemas
decassílabos heroicos ou sáfico
perfeito ou imperfeitos
trovas sonoras
e o mais importante
é a temática
e no fim o que importa é o poema
mui belo
seja feliz.

Luiz Alfredo - poeta

jose claudio disse...

"Eu amo o longe e a miragem" para mim foi traduzido por você nesse belíssimo poema por : "a vida socorre quem ama o eterno."

Bom demais, Yayá. Grande abraço, paz e bem.

poetaeusou . . . disse...

*
Amiga virtual,
,
as tuas palavras
têm a profundidade do Mar !
,
um mar de conchinhas,
ficam.

*

Isabel Maria Rosa Furtado Cabral Gomes da Costa disse...

Muito lindo, de uma profunda sensibilidade.
Um abraço muito grande, minha Amiga.

BlueShell disse...

E não é que eu não encoontrava maneira de comentar??? Já cá vim 2 vezes e ...nada...
Só hoje soube como fazer! Ando lerda.
Lindo, este soneto, lindo esse sexto sentido...
Bj
BShell