Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

http://frasesemcompromisso.blogs.sapo.pt/

O blog da Nina, menina que lia quadrinhos.

segunda-feira, 7 de maio de 2018

Falta de Tempo

Falta de Tempo


Como é que vão,
Que horas são agora,
Que multidão
Minha senhora;

Não digo não,
Chove lá fora,
Nessa canção
Roseira afora.

O tempo é pão,
Geleia de amora,
Xícara à mão;
Não de demora.





2 comentários:

Célia Rangel disse...

Para essas delícias da vida, sempre há "tempo"!
Abraço.

Ivone disse...

Tempo mostrado em versos lindos e bem rimados!
Ah, tempo, tanto a falta quando o disponível, nem sempre se sabe o que fazer com ele!
Abraços apertados querida amiga Yayá!