Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

http://frasesemcompromisso.blogs.sapo.pt/

O blog da Nina, menina que lia quadrinhos.

sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Uma História de Ponte

Uma História de Ponte

     João José trabalhava, tinha emprego e era bem aceito no ambiente de trabalho.
     Certo dia, um colega seu, cujo nome era Onofre, o convidou para participar de um projeto da empresa.
     _Presta atenção João José: eu ajudo a organizar a engenharia do projeto e acompanharei a execução das plantas do projeto. O projeto precisa de pessoas confiáveis. Você é sério em tudo o que faz e, no que depender de mim, até mesmo pelo bom relacionamento de trabalho que mantemos, penso que, se você aceitar, o projeto será bem sucedido.
     João José pediu um tempo para aceitar.
     _Você tem dez dias para pensar, nem mais nem menos.
     Depois de pesar os prós e os contras daquele desafio, achou que estava bem e que aceitaria participar.
     Terminadas as plantas de engenharia e montada a equipe de engenheiros para a consecução do projeto, a empresa anunciou a construção da ponte, o projeto arquitetônico e os próprios de engenharia.
     Outro colega, que trabalhava na sala ao lado, chamado Frederico, ao saber dos planos da empresa, ao final do expediente, veio conversar com João José.
     _Houve um engano aqui nesse projeto. Colocaram você como engenheiro responsável enquanto que a sua vaga era minha. Devolva-me a vaga.
     João José ficou deveras aborrecido. Até dez dias atrás era um homem sem problemas e, de repente acontece uma coisa dessas e em ambiente de trabalho.
     Ele pensou em voz alta e disse que iria conversar com o Onofre a respeito disso. Ele não precisava disso para viver bem, afinal ele tinha a vida bem resolvida e esclareceria o engano e arrumaria a situação.
     No dia seguinte, logo cedo, ao chegar no escritório, ele foi direto conversar com o Onofre sobre a situação.
     _Eu sabia dessa situação e conversei com os diretores da empresa e disse que você tinha o perfil ideal. A direção aceitou o curriculum e está aceito. Seja bem vindo e vá em frente da maneira que quiser.
     O projeto foi seguido à risca, conforme havia sido determinado por Onofre.
     Frederico ficou revoltado e colocava defeitos em todos os detalhes da ponte, tais como dizer que a ponte tinha cor de cimento, que não passariam caminhões modernos por debaixo dela, que ele poderia modificar a altura da ponte e assim por diante.
     De nada adiantavam os comentários de Frederico ao projeto, que caminhava conforme o projeto original e, afinal, todos os cálculos estavam certos e não havia motivo para interpolações.
     Frederico montou uma estratégia para participar do projeto. A estratégia resumidamente consistia em arrumar boas colocações para as secretárias do escritório. Secretária de escritório de engenharia acaba por organizar as pastas que dos arquivos do andamento do projeto e novas secretárias devem aprender toda essa organização.
     João José acabou por precisar de pessoal. Frederico colocou a sua secretária no escritório de engenharia. Agora Frederico sabia de todos os passos do projeto e do andamento da consecução da ponte.
     Quase no término da construção da ponte aconteceu o incidente: a ponte amanheceu tingida de lilás.
     A situação ficou insustentável, com discussões intermináveis.
     João José foi novamente conversar com Onofre sobre a situação.
     _Não tem a menor importância! A ponte está feita e feita em acordo ao cálculo inicial e isso se deve à você. Agora deixemos que eles façam o que quiserem com a ponte que aguentará muitos anos e é do que se precisa por agora. 

Um comentário:

Célia Rangel disse...

Quando se tem consciência da eficiência da nossa atuação em qualquer projeto, com conteúdo, a "maquiagem" não deve nos afetar.
Abraço.