Loading...
Loading...

sábado, 13 de maio de 2017

Peixe em Cardume


Peixe em Cardume

Ando apressada,
Causa de nada,
Não, esse é o costume,
Meu vaga-lume.

Estou habituada
A ser ritmada
Por som e volume;
Esse é o meu lume.

Sou serenada,
Mas com passada
Que me presume;
Peixe em cardume.

2 comentários:

Jossara Bes disse...

Oi, Yayá!
Linda poesia! "Peixe em cardume", ao ritmo da vida!
Se você é mãe, muitas felicidades!
Feliz semana! Beijo carinhoso

Artes e escritas disse...

Jossara, não sou mãe, mas desejo que as mamães tenham tido um excelente dia.