Loading...
Loading...

domingo, 6 de novembro de 2016

Rumo

Rumo

O que importa é seguir o rumo,
Saber que existe o fio de prumo.
Em acordo a ele, tudo é certo.

Imperfeito é estar-se em consumo,
Querer a alma n'algum resumo
Quando conta de si o desperto.

A inquietude é ao ser, o seu sumo

Latejante ao divino afeto.

Nenhum comentário: