Loading...
Loading...

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Sugestões Práticas

Sugestões Práticas

     São as atividades corriqueiras que proporcionam a criação de soluções para os problemas iguais.
     A discussão sobre um dos instrumentos de compra e venda, pagamentos de serviços e diversas finalidades úteis, aumenta a cada dia.
     O boleto é essencial ao consumidor, mas contra ele estão todos aqueles que querem diminuir a quantidade de papel circulante na sociedade. Contra ele estão aqueles que alegam que os boletos consomem florestas e acumulam-se dentro das casas.
     O boleto é necessário. As empresas e os sites não podem simplesmente acabar com eles, mas algo pode ser racionalizado em prol da diminuição do papel circulante. O boleto pode existir na forma virtual com o código de barras à disposição do consumidor, a quitação dos débitos podem ficar online para download pelo consumidor e fica ao critério de cada um a impressão do boleto ou a cópia do código de barras salvo no smartphone.
     Acabar com o boleto é, de certa forma, bloquear o acesso de parte da população consumidora ao consumo de bens nas suas diversas funcionalidades e impedir o acréscimo cultural fácil e barato ao qual o boleto é o seu facilitador.
     O fim do boleto é um divisor da sociedade que vai até a casa lotérica para pagá-lo.
     Temos sites excelentes, atualizados constantemente, que geram o código de barras. De qualquer forma, é bom guardar o comprovante de pagamento por algum tempo.
     Não é bom que a sociedade dependa única e exclusivamente do meio eletrônico para realizar o pagamento, a internet tem as suas falhas e é necessário que o meio eletrônico possibilite a impressão dos seus serviços a qualquer momento.
     O comprovante de endereço é uma conta de água, luz ou telefone, enfim, uma conta impressa.
     Os computadores precisam de manutenção, é preciso que mantenhamos os documentos disponíveis para a impressão.
     Embora ninguém deseje ter muitos papéis guardados, alguns deles são imprescindíveis e a sua impressão é inevitável.
     Não se pode radicalizar contra a impressão. Particularmente, eu compro papéis A-4 para imprimir, mas na embalagem está escrito que nenhuma árvore foi derrubada para a produção desses papéis. São frutos de reflorestamento programado, imprimo as minhas partituras sem problemas.
     Há certo exagero em se negar a confecção de boleto para pagamento, pois o mesmo pode ser virtual e o código de barras guardado no telefone móvel.
     Deixo hoje uma sugestão aos leitores, a de manter sob controle os seus boletos.   
     

Um comentário:

XicoAlmeida disse...

Amiga,
Porventura um codigo de barras da consciencia?
Gostei muito.
Beijo.