Loading...
Loading...

sábado, 19 de março de 2016

Pensamentos sobre a Terra Brasilis

     Estamos aqui, nós, que não somos nem ricos e nem pobres, assistindo os acontecimentos e a risada é nervosa por todo o bairro.
     Algumas pessoas importantes tiraram a roupa e estão peladas, incluindo a turma do binóculo que não deveria ficar tão animada com a falta de roupa, em terra originalmente indígena, a roupa é um complemento trazido ao país pelos europeus.
     Como é que publicam no Facebook e no Insta gram a foto dos vizinhos pelados? É a pergunta da classe curiosa, gente mais ou menos intelectualizada.
     Vemos pessoas que, além de peladas, estão ligeiramente embriagadas. Por raciocínio óbvio, quem não está dentro da confusão, não quer entrar. De repente, roubam as nossas roupas e ficamos pelados também.
     Piscina e praia não significam nudez para nós, a turma que frequenta o supermercado. Podemos tirar fotos de biquini e calções sem nos sentirmos envergonhados que os outros vejam.
     Tem gente aguardando o blog por aqui. O que dizer a essa altura? Se pensam que é fácil, que fiquem aqui com o teclado nas mãos.
     Sem chefia, sem vice-chefia, sem oposição coerente, sem motorista, mas com uma quantidade enorme de boas pessoas que querem levar as suas vidas normalmente.
     Estamos num tempo onde os excluídos não são os desfavorecidos, são a chefia, a vice-chefia, o opositor incoerente.
     Parece que achamos alguém para providenciar a arrumação da situação e, o mesmo, avisou que precisa de tempo. 
     Conseguimos também um advogado com a missão de negociar. Quando se diz advogado significa que possui o título de advogado - tanto a situação quanto a oposição.
     Quem não está envolvido nessa confusão, continua com todas as possibilidades para contribuir com a Terra Brasilis.
     Agora, o que se pergunta é se, as pessoas com condições de ajudar, poderão ajudar, ou serão contestadas pelos demais?
     Existem dois grupos nessa festa sem pijama, mas o restante das pessoas não pensa como eles.  A maioria das pessoas é centrada, será que me entendem?
     Outro dia ouvi a seguinte frase: É melhor cuidarmos das nossas vidas e deixarmos que eles se resolvam. Cuidamos das nossas vidas e assistimos os outros pela televisão.
     Cadê o pessoal que possa atender os centrados?
     Porque para a nudez, nós fechamos as cortinas por questão de respeito próprio. Para os trajes de banho, é permitido, são os varais das residências e, enfim é normal que hajam toalhas de banho nos varais das residências.
     Resumindo as negativas:
     CHEFIA IRRESPONSÁVEL: NÃO
     OPOSIÇÃO IRRESPONSÁVEL: NÃO
     NUDEZ IRRESPONSÁVEL:NÃO
     Vamos ter que renovar algumas coisas por aqui, mas não sabemos exatamente com fazer, porque somos pacíficos, ordeiros, de boa índole, com boa vontade.
     E essa confusão toda!
     

Um comentário:

Célia Rangel disse...

Encantou-me o seu texto com um conteúdo nas entrelinhas que demonstram o retrato atual da nossa "Terra Brasilis"... Parabéns!
Abraço.