Loading...
Loading...

domingo, 3 de janeiro de 2016

A Rua



A Rua



Toda rua de alma leve
Permite desassombrar
A sorte que se subscreve
E releva o caminhar.

Ao passo, o que se consegue,
É distância a se dobrar,
Mas ao recreio se concebe
O parar para pensar.

Ao caminhado se segue
Como luz a se guardar,
O caminho é o que concede
A permissão p’ra sonhar.


Nenhum comentário: