Lugares Bonitos

Lugares Bonitos

http://frasesemcompromisso.blogs.sapo.pt/

O blog da Nina, menina que lia quadrinhos.

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

A Lembrança de Natal / Crônica do Cotidiano

A Lembrança de Natal / Crônica do Cotidiano

clip_image002

Recebo o meu primeiro presente de Natal, um livro-calendário de 2016, ainda saindo da editora, com a data de início de distribuição para janeiro de 2016, vindo da Tijuca, Rio de Janeiro.

A contracapa contém todos os detalhes da edição.

Folheei o livro rapidamente, e fiquei muito contente a lê-lo rapidamente, por enquanto, pois pretendo ler durante o ano que vem com todo o carinho.

É um livro elaborado por uma Igreja Batista e, nele contém uma boa maneira de se ler a Bíblia inteira durante o ano que vem.

Contém poemas, pensamentos e reflexões.

Os poemas são de autores diversos, cuja sensibilidade poética se inspira em Deus.

Agora, a grande surpresa: os pensamentos são de filósofos conhecidos Como Blaise Pascal, o primeiro nome que encontrei, incentivando a leitura dos pensadores da humanidade.

Copio algumas frases de Pascal da fonte Wikipedia, para que os leitores possam ter uma ideia de como ele pensava: A religião não exclui a ciência e nem a emoção.

 

· "Dois excessos: excluir a razão, só admitir a razão".·

· "A última tentativa da razão é reconhecer que há uma infinidade de coisas que a ultrapassam. Revelar-se-á fraca se não chegar a percebê-lo".·

· "O coração tem razões, que a própria razão desconhece".·

· "Uma religião que não afirma que Deus está oculto não é verdadeira."·

· "Uma religião que não ofereça uma razão (para o fato de ele ser abscôndito) não é iluminadora."

 

Temos, enfim as reflexões, todas excelentes, com as indicações dos textos bíblicos a serem lidos dia a dia abaixo de cada uma delas.

É impossível retribuir tal presente. Resta agradecer.

Sinceramente, eu espero corresponder com algumas expectativas do livro.

O ano de 2016 é uma incógnita para todos nós e, sem julgar o livro pela capa, esperamos trilhar o caminho da esperança, do amor ao próximo e de todo o bem que for possível.

Sabemos que o mal existe, mas podemos escolher a trilha do que é bom, conforme a capa do livro sugere num céu dourado.

Compartilho a capa do livro, mas nem sei se estará à venda, ou mesmo se será comercializado.

Em Curitiba, a chuva não para, e eu aqui com o meu café e o meu pão de queijo com pouco queijo e feito em casa, feliz, agradecida e me sentido muito honrada com a lembrança.

Nenhum comentário: