Loading...
Loading...

sábado, 22 de agosto de 2015

As Respostas / Reflexão

As Respostas / Reflexão

clip_image001

Aconteceu de nos últimos meses ter que responder a questões respondidas na juventude e foi a melhor oportunidade que tive para refletir e não somente sobre mim mesma, mas sobre a maioria de nós, que não sofrem grandes transformações ao longo da existência.

As questões iguais levaram-me a raciocínios iguais e conclusões obtidas foram absolutamente coerentes com as anteriores, mas as respostas foram outras.

A mentalidade é a mesma, a resposta é de acordo com a experiência que acumulei até aqui.

Olheis as respostas anteriores e foram coerentes com a idade anterior.

Observei que a juventude é mais ousada nas suas arguições e a maturidade às vezes reflete antes de responder.

Outro dia, observei numa oração espontânea de outra pessoa a seguinte frase:

_Senhor, obrigado pelo que não sei.

A juventude tem conceitos, mas se expressa de maneira inexperiente. Por outro lado, quando é ciente, diz o que pensa e reclama sem o embasamento necessário para resolver questões. A juventude é indispensável para que as ideias apareçam ao mundo inteiro, porque a juventude pensa poder mudar o mundo e é a esperança que alguém faça alguma coisa.

A maturidade responde, até por desprendimento:

_É assim mesmo, eu já sabia.

A primeira resposta está respondida.

A segunda resposta é que me chama a atenção.

A pergunta obteve uma resposta quase mínima na juventude:

_Ah! Isso nem é problema.

Voltando agora à introdução do texto, que continua com as suas coerências: questões iguais, raciocínios iguais e conclusões iguais.

Continuo achando que isso não é problema, mas descobri que não é problema para mim. Para os outros é um problemão.

Quando cheguei a nenhuma resposta adequada porque desconhecia quase que completamente a situação e cheguei até aqui sem saber, pensei na oração do outro:

_Senhor, obrigado pelo que não sei. Obrigado por me mostrá-lo somente agora, depois de adulta.

Deus é o Senhor do tempo e mostra-nos as verdades conforme a vontade Dele.

Imagino que cada ser humano tenha os seus desconhecimentos e os seus esclarecimentos de acordo com a vontade Daquele que nos criou.

Esse é um por que maravilhoso, o porquê eu sei e por que eu não sei disso ou daquilo, quando eu sei que a juventude e a maturidade têm pensamentos iguais e respostas diferentes com propósitos individuais diversos e em acordo com a experiência de suas vidas.

Interessante é observar que daqui a algum tempo as respostas se modificarão novamente porque a experiência de vida não para e certamente acrescentará algum conhecimento e algo será absolutamente igual, o nosso jeito individual de vivenciar essas experiências.

Bom final de semana para todos!

Nenhum comentário: