Loading...
Loading...

quinta-feira, 11 de junho de 2015

Tudo Para Dar Certo

Tudo Para Dar Certo

clip_image002

A analista de relacionamentos olha a ficha dos possíveis casais que possam dar certo. A vida está difícil e ela aceitou trabalhar numa agência matrimonial, após ser demitida do cargo de “coaching empresarial”, uma espécie de personal trainer psicológica.

Os dois relataram degustar vinhos importados embora não bebam. Os dois relataram terem ido aos últimos meses em restaurantes gourmets para experimentar o preço dos pratos à base de mostarda importada. Ambos gostam de serem vistos em locais selecionados. Um ponto em comum entre eles.

Ela se diz livre para fazer o que lhe dá na cabeça, embora levante cedo e vá ao trabalho na hora certa. Não dispensa a saída com as amigas e amigos e acha que a mulher do século passado era oprimida pelo machismo predominante na classe média.

Ele prefere mulheres divorciadas às solteiras. Mulheres livres e independentes desgrudam facilmente do namorado, fato que ele vê com vantagem. Dentre todas as namoradas que ele teve apenas uma era solteira e ainda morava na casa dos pais.

Ela gosta de mostrar que é forte e independente e que leva muito à sério a profissão como fonte de manutenção própria e dos pequenos exageros que costumeiramente aparecem nas suas contas no cartão de crédito. Diz a todos conhecidos que se garante e que não precisa de homem algum que a sustente, pois homem é fonte de amizade e namoro, jamais de dependência ou interdependência. Não aceita trabalhar em bairro frequentado por classe média baixa.

Ele tem necessidade de autoafirmação da autoestima e leva o seu automóvel para passear em locais direcionados a um público elitizado. Ao contrário dela, não diz aos conhecidos o quanto é independente, ele simplesmente é independente e os seus conhecidos bem o sabem. Frequenta os mesmos lugares que os melhores amigos frequentam, mas não dispensa uma passada pela zona sul pelo menos uma vez por semana. Diferentemente dela, ele passa pela zona sul e não compra uma lata de refrigerante que custe mais do que cinco reais. Ele gasta somente quando está entre amigos que saibam o quanto ele não gosta de jogar dinheiro fora.

A analista da agência matrimonial precisa mostrar serviço e coloca os dois em confronto emocional.

Quem sabe eles se entendem e ela consegue a manutenção do emprego.

Feliz Dia dos Namorados para quem está disposta ou disposto a se apaixonar!

2 comentários:

✿ chica disse...

Como sempre, lindo te ler! E tomara muitos casais possas ter a felicidade de amar! É tão bom! bjs, lindo e feliz dia! chica

Célia Rangel disse...

Retribuo os votos, mas que sejam amores bem equilibrados... se isso for possível... Utopia?!
Abraços