Loading...
Loading...

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Conceito de Vida e Fotografia / Crônica do Cotidiano

Conceito de Vida e Fotografia / Crônica do Cotidiano

clip_image002

Aconteceu no sábado. As ruas lotadas com a população se preparando para o Dia de Finados.

Estava quente, por volta de trinta graus centígrados. A moça, atleta, subia a ladeira correndo. Trajava bermuda e, pasmem todos com a meia-calça grossa, daquelas de inverno, além da meia soquete e os tênis. A camiseta de mangas compridas completava o conjunto.

O celular estava em minhas mãos e a fotografia era possível.

A imagem, se fotografada, seria a de uma jovem de boa aparência praticando autoflagelação. Conceito meu.

Comentei com quem estava ao meu lado da possibilidade da fotografia e do mau exemplo da moça para quem visitasse o blog.

A moça corria sozinha, ladeira acima, na faixa para ônibus. Estava próxima à calçada, portanto, não corria risco se algum ônibus viesse. Detalhe: a via era de mão única e os ônibus que por ali passam, descem a ladeira.

Não tirei fotografia.

Quem estava ao meu lado perguntou-se se aquela atitude significava esforço para emagrecer ou esforço para sofrer.

Viemos embora sem tirar fotografia.

4 comentários:

✿ chica disse...

Em nossas andanças vemos cada cena! Linda crônica! bjs, chica

Ivone disse...

Texto reflexivo minha amiga Yayá, o culto ao corpo esbelto faz pessoas sofrerem!
Nossa, com calor assim e com roupas inadequadas é o mesmo que autoflagelação!
Será que o ser humano gosta mesmo de sofrer?!
Eu não!
Abraços linda amiga, tenhas uma linda semana!

Wanderley Elian Lima disse...

Com toda certeza perdeu uns bons quilos.
Abraço

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Yayámiga

Correr dizem que faz bem à saúde; então corram os doentes - e sem fotografia rrrsss

Qjs