Loading...
Loading...

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Encarte

Encarte

clip_image001

Não se começa sem terminar,

Toda metade é apenas pedaço

Do que foi inteiro, falta encartar;

 

Fotografia de não se negar,

Ao vislumbrar longe algum regaço,

Descanso à vista, o desassombrar...

 

Mesmo em papel, todo um poetizar,

 

Descanso da alma em seu escrito passo.

3 comentários:

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Yayámiga

Hoje não comento, prontos (sem s)

Este texto, como sempre está muito bem esgalhado. E as fotos lindas. Mas (há sempre uma desgraçada de uma adversativa...) quero fazer-te um pedido:

Quando sair o meu livro de crónicas vê se compras 13 na "Saraiva"; pois serão muito úteis como prendas de aniversários, de casamentos, de baptizados, de primeiras comunhões, de crismas, de Natal, de Ano Novo, de bodas diversas, de velórios e de divórcios.

Além disso espero/ordeno que faças propaganda/publicidade do dito cujo. Para tanto mandarei-te (???) a data do lançamento onde gostaria que estivesses, As tuas Amigas e os teus Amigos de lá e de cá poderão fazê-lo. Se não o fizeres - mato-te... rrrsss


Qjs

Célia Rangel disse...

Assim, inserido em um poema, tudo fica mais fácil... de se terminar...
Abraços.

Luiz Cidreira disse...

Bem versado, justo no dia mundial da fotografia.
Abraço