Lugares Bonitos

Lugares Bonitos

http://frasesemcompromisso.blogs.sapo.pt/

O blog da Nina, menina que lia quadrinhos.

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Adolescentes / Crônica do Cotidiano

Adolescentes / Crônica do Cotidiano

clip_image002

O termo correto seria jovens adultos, todos entre dezesseis e dezoito anos.

Fui comprar petiscos na hora errada.

O estabelecimento estava repleto “deles”.

A garota do automóvel, que agora possui um risco no para-choque frontal, totalmente otimista:

_Quando eu for engenheira, criarei para-choques de borracha que não marcam e nem amassam.

As outras a elogiaram pela ideia. Ela complementou:

_É mais fácil criar para-choques de borracha do que contar para o meu pai.

Todas riram e ela foi para casa conversar com o pai dela. Otimista!

Eis, que aparecem os eternos Romeu e Julieta. Segredo no Shopping Center, ninguém sabe que eles estão namorando às escondidas.

Ele entra numa moto turbinada, zero quilômetro, com pressa para estacionar. Jeito de homem e cara de menino metido a homem feito.

Ela entra no automóvel da família, antigo, com pressa. Pela aflição, o seu maior medo era encontrar algum irmão ou irmã, ou amigos da família. Estacionou num local diferente da moto dele, depois que ele pediu para não estacionarem lado a lado.

Mais adiante, uma turma de moças educadas. Entre elas, a que sabe tudo sobre os outros.

As amigas, ao ouvirem os comentários que não lhes pertenciam, perguntaram a ela se ela gostaria de entrar para alguma academia policial e pegar bandidos.

Ela, rápida na resposta, disse:

_Não. Eu quero saber para depois contar a quem me interessar. Manipular a vida dos outros me parece interessante.

_Toma cuidado com isso, disseram as outras.

Mais jovens, agora garotos, falando sobre as meninas:

_As meninas que gostam de garotos com automóveis acabam por serem escravas deles. Eles sabem que elas não gostam deles e se aproveitam da situação.

O bom é que saí sem ter que trocar uma palavra com eles. Eu não saberia o que dizer! A pressa foi minha.

2 comentários:

Sissym Mascarenhas disse...



Quando vejo as histerias das adolescentes fico me perguntando se eu era assim como elas. Não sei, penso que eu e minhas amigas éramos um pouco mais discretas.

Bjs

Conceição Duarte disse...

Sissym, nós eramos mais discretas, porque o tempo todo era mais discreto também. HOje em dia tudo é muito aberto, mas a essência das coisas talvez fosse diferente. UM pouco de mistério, um pouco mais de difilcudades, magia, complicações positivas hahahaha e tanto mais, faz falta hoje em dia. Mas … vivemos o hoje e é isso que vale, o passado é passado e pronto!