Lugares Bonitos

Lugares Bonitos

http://frasesemcompromisso.blogs.sapo.pt/

O blog da Nina, menina que lia quadrinhos.

terça-feira, 20 de maio de 2014

O Poder da Mente / Crônica do Cotidiano

O Poder da Mente / Crônica do Cotidiano

clip_image002

Eu voltava descansada e distraída, quando ouvi, sem querer, a palestra que se fazia em algum apartamento.

Alguém falava sobre o poder da mente e, pelo visto, tinha algum conhecimento sobre o que dizia.

A voz feminina subtraiu da conversa todas as doenças psicossomáticas, as fobias e congêneres da medicina.

Também deixou claro que não era nenhum poder específico que faria com que alguma pessoa ganhasse na loteria através da força do pensamento.

Demorei-me a entrar em casa, a voz clara deixava a conversa fascinante; senti vontade de bater à porta e pedir para ouvir, mas se eu tomasse tal atitude, interromperia a conversa, interessante.

Ela dizia do poder da troca de energias em todas as conversas e entre todas as pessoas.

Dizia ela que todas as trocas de energias têm consequências no plano físico da vida das pessoas. Pedia para que não se subestimasse essa troca de energias.

Dizia também que não importava o grau de sabedoria ou incapacidade intelectual dos envolvidos num diálogo para que a troca de energias se fizesse.

Ensinou, pedindo que ninguém brincasse com essas trocas de átomos elétricos, os quais somos todos possuidores.

Falou do tempo inexato em que a energia gerada permanece propiciando modificações nas vidas dos envolvidos numa conversa. Não se sabe o tempo exato de duração dessa energia porque depende diretamente do volume da energia gerada pela mente.

O poder da mente, segundo ela, não diminui pela doença, mesmo que seja um transtorno do cérebro. A energia de uma pessoa permanece com ela durante a sua existência. Seja quem for que estivesse palestrando não quis entrar no campo do esoterismo e falar da energia do após vida física.

É um poder que vai além dos miolos de cada um e independe da vontade da pessoa em gerar a energia.

Pregava o bem sem explicar como é que se evita o mau pensamento, dizia apenas para não brincar com essa energia.

Pedia também para que ninguém represasse essa energia, mas que antes a canalizasse. Pensei em encanamento e separei a água limpa da água suja. Ambas as energias devem ser canalizadas, segundo ela.

Todo encontro de energias geram resultados práticos.

Resolvi entrar em casa e, enquanto isso, ela quase gritou:

_Não despreze o poder da mente.

Depois dessa, não desprezarei coisa nenhuma.

Entrei em casa sem bater à porta dela.

Não deixou de ser algo diferente na minha rotina.

Um comentário:

Giancarlo disse...

Buona giornata :-)))