Lugares Bonitos

Lugares Bonitos

http://frasesemcompromisso.blogs.sapo.pt/

O blog da Nina, menina que lia quadrinhos.

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Edson Prado Surta

Edson Prado Surta

clip_image002

Depois da Festa da Uva, Edson Prado, o repórter do blog, se aventurou nos esportes.

Em busca de animação foi praticar Bungee Jumping, aquele esporte maluco em que as pessoas saltam das alturas e ficam no ar, até que o balanço dos cabos de aço pare, quando os esportistas são içados para o lugar de onde saltaram.

Não deu outro pulo, teve amnésia após o salto, o que foi diagnosticado como choque pós-traumático.

Recuperado, ele enviou a matéria ao blog e pediu para que a publicasse a fim de demonstrar o estado em que ficou após o salto e a entrevista que fez à instrutora que o atendeu.

Transcrevo a entrevista:

_Senhora, por acaso estou num país monárquico?

A instrutora respondia para mantê-lo acordado até que viesse a ambulância e os socorristas.

_Por que pergunta isso, Edson?

_Porque sei que a senhora foi à Bélgica comer uns doces numa confeitaria e retornou no dia seguinte. A senhora é a rainha da Bélgica?

_Não, não sou a rainha da Bélgica e não estamos na Bélgica. Estamos no Brasil e eu sou instrutora de Bungee Jumping.

Obs. Naquele momento eu não recordava o que fosse Bungee Jumping. Pensei que fosse algo socialista.

_Senhora, por acaso Bungee Jumping tem algo a ver com Karl Marx?

A instrutora respondeu:

_Edson, o Bungee Jumping é um esporte e não tem fronteiras. Pode ser praticado em países do mundo inteiro, mas eu não sei por que até hoje não saí para nenhuma viagem ao exterior.

Obs. Naquele momento eu me concentrei e olhei para ela, bonita dos pés a cabeça.

_Não mais farei perguntas, senhora. Por favor, confirme para mim que Bungee Jumping é alguma novidade sexual.

Essa foi uma pergunta que exigiu alguma reflexão por parte dela.

_Bungee Jumping pode até ser considerado como metáfora para sexo, mas não o é exatamente.

Obs. Radicalizei.

_Bungee Jumping é como um filme daqueles chamados de Serial Killer. Tentaram me matar e eu sobrevivi?

_Não houve nenhuma expectativa de que o senhor morresse praticando Bungee Jumping. No entanto, como todo atleta, o senhor deveria ter feito exames médicos que o autorizassem ao esporte.

Obs. Comecei a rir.

_Se estou no Brasil, que é politicamente correto, o Bungee Jumping não é ilegal ou preconceituoso?

A instrutora pediu a ele que não a magoasse, pois ela jamais praticaria tais coisas. Repetiu que era a instrutora do esporte e garantia que nada de errado aconteceria a ele.

Obs. A curiosidade me apareceu.

_Estou no Brasil, Que é o país do Bungee Jumping?

A instrutora parecia desanimada com ele.

_Edson, você está no Brasil do futebol. Lembra-se de algo como onze jogadores de cada lado do campo, que correm atrás de uma bola até que consigam colocá-la entre duas traves cobertas por uma rede?

Sentei-me no mesmo instante. Os socorristas chegaram e iriam me levar para exames quando voltei a mim e comecei a gritar Copa.

Os socorristas conversaram com a instrutora e disseram que ele se recuperaria a tempo de assistir aos jogos da Seleção.

Aí me levantei e pedi a eles que me levassem para o hospital. Aquela mulher não dizia coisa com coisa. Era ininteligível. Ela ficou me olhando com jeito de boba, enquanto os socorristas diziam a ela para não ligar, eu é que tinha me ligado na realidade. Fingi que não ouvi.

Vou jogar futebol de hoje em diante.

Ps. O blog não comenta e não restringe boas matérias.

Um comentário:

Sor.Cecilia Codina Masachs disse...

Mi querida Yayá,con mi última entrada en mi blog, me tomo un largo descanso, no sé cuándo volveré.
Un abrazo
Sor.Cecilia