Loading...
Loading...

domingo, 6 de abril de 2014

A Pior Opção Para Uma Ilha Deserta

A Pior Opção Para Uma Ilha Deserta

clip_image001

Todos acham que saberiam lidar com uma ilha deserta, levando uma companhia e os seus apetrechos pessoais.

Tem gente pessimista, o que não deixa de ser divertido, observando as situações que se seguem:

O pessimista não permite a opção da livre escolha, ele fornece as opções e a pergunta se transforma:

Dentre as opções fornecidas, quem você levaria para uma ilha deserta:

a) Uma figura da alta sociedade

b) Um guerreiro que há anos está na faixa de Gaza

c) O seu médico

d) O seu professor

e) Nenhuma das alternativas anteriores, você iria sozinho.

Alguém disse ao pessimista:

_Eu vou sozinho!

O pessimista disse que essa era a opção preferida dos animais selvagens. Os animais selvagens sempre têm fome.

Outro alguém disse que levaria consigo alguém da alta sociedade e perguntou o que ele poderia levar.

_Pode levar o que quiser. A figura da alta sociedade levará o helicóptero, mas não poderá levar consigo nenhum empregado para servi-la. Ela poderá sair da ilha na hora em que tiver vontade, mas você ficará aos caprichos dela. Se você não a tratar bem, ela vai embora e você ficará na mesma situação de quem foi sozinho.

Mais alguém se levantou e disse que levaria o seu médico.

_Você ficará saudável, mas ele jogará no mar todos os seus chocolates além de te aconselhar a fazer exercícios junto com ele todos os dias.

_O médico pode sair na hora em que quiser?

_Não. Você será cuidado dia e noite nos seus hábitos até que algum barco passe por lá. Trate bem quem cuida da sua saúde, pois serão necessários dois acenos para que o barco os veja.

Alguém se aborreceu e disse que levaria o guerreiro da faixa de Gaza.

_A opção é boa. Você terá os seus chocolates, mas fará da ilha uma trincheira onde será difícil alguém se aproximar para salvá-los dessa situação. Qual é a sua idade?

O homem respondeu que tinha quarenta e seis anos.

_Nunca é tarde para se alistar e treinar. Na faixa de Gaza os dois lados precisam de voluntários. Vocês serão salvos por uma esquadra e serão levados para a faixa de Gaza assim que conseguirem ser salvos, apesar da trincheira.

Mais outro alguém se chateou e disse que levaria o professor, dizendo que não conhecia professor que recusasse recreio e livros de estudo aos alunos.

O pessimista riu-se da ideia:

_Você terá a disciplina como companhia com direito a horário para acordar, pescar, comer chocolate, estudar, brincar e dormir, tudo no seu devido lugar.

O homem disse que seria fácil, estudar e esperar o barco chegar.

_Aí que você se engana. Você terá que saber a matéria décor e salteado para que ele concorde em pedir auxílio para algum barco que passe perto. Você levará alguns anos estudando até aprender tudo.

Todos os presentes se levantaram e, depois perguntaram para o pessimista qual era o sentido daquele desafio se nenhum deles ficaria são e salvo.

O pessimista respondeu:

_A ilha deserta não é um bom negócio para ninguém. Conversem com os seus conhecidos; na falta deles, conversem com os desconhecidos pelo notebook, conversem com os funcionários das lojas, façam qualquer coisa para não ficarem numa ilha deserta.

Todos imaginam as ilhas desertas como locais paradisíacos no meio do oceano, com muito conforto, com a pessoa ideal, sem ninguém para incomodá-los. É uma miragem para aqueles que se sentem pressionados pelo cotidiano, pressões essas que devem ser trabalhadas para que não extrapolem os seus limites. Quando as pressões aumentam exageradamente, vocês podem pensar numa ilha deserta, mas tem de saber o que é uma ilha deserta.

O exaltado perguntou qual era o sentido daquele encontro desafiador.

_O desafio é contar a uma pessoa da alta sociedade que você comprou um anel e suportar o que ela dirá se o anel chamar a atenção dela e da companhia servil que a acompanha. Se precisarem de ajuda, peça a quem estiver passando na rua e tiver uma aparência confiável. O conhecimento é necessário e a diversão também, portanto disciplinem os seus momentos. A violência e as guerras estão pelo mundo inteiro, se cuidem. Mas, se por ventura, estiverem numa ilha deserta a contragosto, saibam que o bicho come e não escolhe o cardápio.

Um comentário:

✿ chica disse...

Hilário! Muito legal de ler!Adorei! beijos,tudo de bom,chica