Loading...
Loading...

quinta-feira, 6 de março de 2014

Clássico

Clássico

clip_image002

Acorda o dia da exaustão do sono,

Depois da noite de sonhos únicos;

Bemóis trocados em semitono;

Cansaço onírico de olhos lúdicos.

 

A clave chama o tom e, me adono

Do Sol, do ser, nesses termos lúcidos

Às notas, pontos aos quais entono

Em mãos pensadas; seremos músicos.

 

O piano ao lado, abraçado ao dono,

Murmura apelos em ritmos súditos,

Querendo mais do que vem ao outono,

Na coda feita nesses sons súbitos.

Nenhum comentário: