Loading...
Loading...

sexta-feira, 28 de março de 2014

A Moça do Café / Crônica do Cotidiano

A Moça do Café / Crônica do Cotidiano

Hoje foi melhor, a moça do café pediu-me para aguardar um momento enquanto a água terminava de ferver. A receita dela compõe-se de três colheres de sopa de café para um litro de água fervente, desligada do fogo.
É sexta-feira e conversamos sobre ela, o dia anterior ao final da semana.
Parei e disse que ficaria na fila, disse por dizer.
A outra moça elogiou a moça do café, contando de todos os requisitos para ser a boa moça do café.
A moça do café tem mais de trinta anos, usa maquiagem para que ninguém note o quanto está cansada de providenciar o café fresco e quente para transformar qualquer momento em único e inesquecível. Todas as moças do café recebem a visita do supervisor diariamente e eles verificam a quantidade de café a cada litro e a qualidade da água.
Tratam o público como se estivessem conversando com algum amigo, atendem as colegas de café sempre que podem e orientam os fregueses sobre alguma dúvida, dizendo aonde se dirigir para conseguir a informação necessária.
Hoje, os cafés são frequentados por uma grande quantidade de mulheres que, assim como eu, param para algum momento de descontração.
As freguesas a medem dos pés à cabeça. Não sei, mas tive a impressão que algumas mulheres têm ciúmes das moças do café, pensam que a vida dela é sorrir e passar café.
Ninguém se lembra, conforme a moça do café disse, que há todo um esforço para manter a qualidade da bebida, é o gosto de recém-passado que mantém o freguês naquele ponto, que faz com que o freguês volte, conforme a vontade do dono do estabelecimento.
Hoje ela agiu como irmã, compreendeu que seria boa para mim a parada,
_Estudando?
_Bastante.
_Nota-se.
_Sentiu o clima?
_Senti.
_Igual.
_Igual.
Ao fundo, a televisão ligada.

3 comentários:

✿ chica disse...

De tão bem feito, até senti o perfume desse café e fiquei com vontade! beijos,lindo fds!chica

Janicce disse...

Ola! Café é um vicio para mim. Adoro frequentar cafeterías; aquele entra e sai de gente o cheiro do café; depois deste texto com certeza vou prestar mais atenção nas moças que tem a paciência de nos ofertar o café todo o santo dia. E aja paciência.
Abraços
Janicce.

Ivone disse...

Lindo conto, coisas que nem todos param para notar, o café tem de estar saboroso, bem aromatizado, a moça do café, tudo há que ter amor no preparo, mesmo que esteja cansada, ninguém vai notar!
Tens um lindo dom de escrever e nos fazer pensar!
Abraços e tenhas um lindo fim de semana!