Lugares Bonitos

Lugares Bonitos

http://frasesemcompromisso.blogs.sapo.pt/

O blog da Nina, menina que lia quadrinhos.

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Supranatural / Reflexão

Supranatural

clip_image002

Talvez seja causa do livro que leio, mas a reflexão nasce espontânea.

Em primeiro lugar faço a exposição do que significa a palavra supranatural.

Consigo expor a palavra me expondo com ela, pois eu tinha por volta de vinte e oito anos e senti uma forte dor de dente. Fui obrigada a ir num dentista do pronto-socorro odontológico. Pedi ao meu pai que fosse comigo, pois jamais extraí um dente e queria a companhia dele na volta do dentista. Além de tudo, passavam das dez horas da noite e a dor não passava. O dentista examinou o dente e sorriu dizendo ao meu pai que a minha dor era causada por um dente novo. O meu pai ficou surpreso. Nascera junto ao dente molar um dente de leite junto à raiz do molar.

O dentista disse que a dor passaria assim que o dentinho de leite saísse. De fato, depois que o pequeno dente de leite saiu, a dor desapareceu. Arrancá-lo poderia ser mais dolorido. O dentista disse que se tratava de um dente supranatural: normal em crianças pequenas e, na visão dele era um lindo acontecimento e os dias dele no consultório foram recompensados pelo dente de leite. Ele havia estudado o fenômeno na faculdade, mas não tinha visto in loco.

Infelizmente o meu pai não estava mais conosco quando o dente ficou mole e eu fui ao dentista para arrancá-lo, pois eu não tive coragem de arrancar o dente, sozinha. Eu tinha trinta e quatro anos quando tirei o meu último dente de leite infantil.

O dentista, que não era o mesmo do dia da emergência da dor, foi igualmente querido: deu-me o dentinho num pequeno vidro e me disse para jogá-lo em cima do telhado fazendo um pedido para a fada dos dentes. Assim o fiz e o pedido singelo e, ele se realizou.

Tudo o que aconteceu nesse caso foi além do considerado natural.

O supranatural existe e nada tem a haver com o exotérico, é algo que excede a natureza dos parâmetros normais. É preciso saber que existe e é fenômeno que, embora sendo natural, alimenta o espírito de esperanças e restaura a pureza da alma que a vida tratou de corroer indevidamente.

Acostumei-me com o supranatural em minha vida, onde a experiência se traduz em alimento para a alma.

Esse dentinho que conviveu alguns anos comigo modificou a minha visão de vida e, costumo pensar que algo supranatural possa acontecer de novo.

Essa palavra supranatural não impede a minha fé e todos sabem o quanto essa fé em Deus é importante para mim.

Derivado do conceito, talvez reflita sobre o livro que leio no momento e que modificou até o momento os meses de dezembro e janeiro numa frase que diz que a palavra tem poder e que eu precisava fazer algumas modificações na minha vida, seguindo o que o Espírito Santo, distribuidor dos talentos aos homens, ensinasse. Acima eu disse sobre a palavra supranatural e agora eu digo da minha fé.

Qual o sentido de confundir as palavras que eu mesma disse que eram realizadas em momentos diferentes da existência humana?

Uniram-se fenômeno e fé nesse livro que uma amiga me deu de presente. Depois de indicar a compra do livro, ela pediu-me que não o comprasse. Quando a encontrei, ela estava com o livro na bolsa para me presentear, aguardava apenas o momento. O livro que alterou o meu programa para dezembro e janeiro. Deve ser um livro metafísico!

A partir desses fatos supranaturais: o dente de leite e o livro, eu acredito que a vida ainda pode me surpreender com acontecimentos bons, novas amizades e, o mais importante: estou convencida de que posso melhorar como ser humano, sendo feliz e fazendo as pessoas felizes.

Espero que o supranatural possa atingir aos meus amigos blogueiros trazendo de volta a certeza de que tudo pode ser bom na vida de vocês.

Nenhum comentário: