Loading...
Loading...

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Matinal

Matinal

clip_image002

Não se nega ao amor,

Essa condição

De gentil calor

De afeto e emoção.

 

Quem sabe o rubor

Seja a obrigação

A nenhuma dor

Na boa intenção.

 

Pra que dissabor?

Que venha a canção,

Que soe o beija-flor,

Que toque a razão.

Um comentário:

Jossara Bes disse...

Oi Yayá!

Beija flor, calor, amor!
Ternura "matinal" soprando poesia no coração!
Felicidades para você!
Beijos!