Loading...
Loading...

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Bem-Me-Quer

Bem-Me-Quer

clip_image002

Passo a roupa, passo à ferro;

Dê-me a pilha, dê-me e siga,

Seu caminho, que eu te espero;

Nesse passo, nessa lida.

 

Passo a roupa quando quero,

Essa milha é minha amiga;

Tanto passo até que zero,

Penso enquanto a roupa alisa.

 

Ferro quente, quero-quero,

Passo o tempo ao que me abriga;

Fique bem que te venero,

Abro o bolo margarida.

 

Nesse linho, goma e ferro,

Pego a saia toda franzida;

Nesse vinco que me esmero,

Fico e passo, canta a vida.

2 comentários:

aluap disse...

Não gosto muito de passar a roupa a ferro e só passo quando quero, mas gostei das palavras relacionadas, não se tira aqui as pétalas da margarida, mas a roupa da pilha.

Um abraço de amizade.

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Passar é uma arte aqui bem passada no ferro do que se quer.
Passar bem mesmo sem ferro eu quero e todos os outros também nas coisas que sabem bem