Loading...
Loading...

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Rock’n Roll

Rock’n Roll

clip_image002

Quem não se entona toca o Dobrado,

Ao se deixar do que se gostou;

Nesse fingir estar separado,

Nesse dizer que nunca se amou.

 

Para se ouvir ao metro quadrado

Sobre o tapete e, se não encadeou,

Sente o atonal reverberado.

Troca os dedais e muda de Soul.

 

Som com metrônomo desligado

Nesse improviso do que se cifrou;

Duas oitavas nesse contado,

Vê que o que foi não é mais, atrasou.

 

Resta esse samba Desafinado,

Volta a essa pauta de onde parou,

Passa e repassa, disciplinado;

Vence o cansaço e se faz Rock’n Roll.

Um comentário:

marlene edir severino disse...

Existe algo melhor que um Rock'n Roll?
Sim... Blues!

Na verdade, nem sei. Gosto de boa música!
Abraço, Yayá!