Loading...
Loading...

sexta-feira, 31 de maio de 2013

Para Pensar / Filosofando

Para pensar

clip_image002

Discordar do filósofo compete a quem o lê e segue princípios e normas diversas do pensamento cujo tema é objeto da discussão.

Certamente, em todo e qualquer estudo encontramos pontos de convergência e pontos de divergência com o ponto de vista de quem o estuda.

Claro fica que, ao se discordar completamente de um filósofo, provavelmente indica que se é adepto de outro, porque existem filósofos antagônicos, que, ao discutir a filosofia de vida, seguem-na de maneira tão divergente que a resposta possível é apoiar ou renegar as ideias de um em favor de outro.

Interessante é, porém, observar os recursos de linguagem usados como se algum escritor pudesse escolher o seu opositor de ideias. Assim, a oposição nominada e escrita em um determinado pensamento filosófico, é analisada de forma mais abrangente do que apenas a escrita formal do mesmo com seus pensamentos e as suas críticas direcionadas a este ou aquele outro estudioso sobre o tema que discorre o seu discurso.

Penso que para se ler um pensador à nossa livre escolha, porque a filosofia acredita na liberdade de expressão e toda a responsabilidade vinda dessa escolha. São necessários critérios universais a leitura atenta do pensador.

O primeiro critério é situar o autor dentro da sua época, no seu contexto histórico e no seu contexto socioeconômico, sem menosprezar as condições naturais do próprio pensador.

O segundo critério é consequente do primeiro e, se trata de se conhecer os pensadores antecedentes, ou seja, por quais meios ele chegou a filosofar para depois se reconhecer os seus contemporâneos que são aqueles pensadores com os quais o filósofo conviveu, era amigo ou rival.

O terceiro é verificar se não houve a escolha proposital do filósofo em determinar o pensador ao qual se punha. A escolha do debatedor determina um diálogo estudado, enquanto que o pensamento se opõe às ideias, nunca às pessoas. Através das ideias escritas pode-se determinar a real oposição a que se refere o texto.

O quarto e necessário critério ao se ler um filósofo, é determinar sobre a possível intenção ao escrever aquele texto com aqueles pensamentos; para tanto o conhecimento da sua biografia é um instrumento de grande utilidade. Por que ele usou esta ou aquela frase, quando poderia se expressar de maneira diferente para manifestar o mesmo pensamento. Essa é a análise da pessoa do filósofo enquanto ser humano.

Penso que é essa a disposição correta ao se ler filosofia como leitor, quando não se tem uma necessidade científica de discutir algum aspecto da sua obra ou comparar o pensamento entre dois pensadores.

Boa leitura a todos!

5 comentários:

Giancarlo disse...

Un felice week end per Te...ciao

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Yayámiga

Excelente texto que nos faz pensar profundamente. Na verdade há coisas nas quais o cidadão se deve debruçar e que implicam nós todos e em qualquer parte deste desgraçado Mundo Obrigado querida Amiga; adorei.

Entretanto é com muita estranheza que constato que deixaste de ir à nossa Travessa há bastante tempo.

Por isso interrogo-me uma vez mais. Ofendi-te? Insultei-te? Tratei-te mal? Creio que não. Mas mesmo assim e por via das dúvidas, peço-te desculpa se por acaso o fiz.

Como sempre espero-te na nossa Travessa e que faças um comentário. Talvez não gostes de contos policiais muito menos dos que também metem sexo.

Mas, por favor, dá-me a tua opinião sobre se gostas ou se não gostas, o que te agradeço.

Qjs

Henrique

Artes e escritas disse...

Prezado Henrique, não houve nada. Sem caraminholas, por favor que visitarei o seu blog assim que o tempo me der folga. Um abraço para você e uma feliz semana para o Giancarlo. Um abraço, Yayá.

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Yayá
Filosofia para mim é um dos estudos mais difíceis, são várias as correntes, e muitas vezes nos identificamos com várias delas, o melhor é fazer uma peneirada e ficarmos com as idéias que mais nos satisfazem.
Bjux

La Gata Coqueta disse...



Llena tu mente de bellos pensamientos
y deja que ellos trabajen en tu corazón,
pintando un interior de alegría,
para que aflore en el espejo tus ojos
la más bonita de las sonrisas.

Te deseo tengas un hermoso
comienzo de semana.

Esta amiga que te quiere y aprecia!
María Del Carmen