Lugares Bonitos

Lugares Bonitos

http://frasesemcompromisso.blogs.sapo.pt/

O blog da Nina, menina que lia quadrinhos.

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Descobrindo o Brasil

Descobrindo o Brasil / Crônica

Hoje me pus às Caravelas De Cabral, tenho Portugal no nome e pude tentar redescobrir o esse país de sabedoria ainda por descobrir.

A cultura açoriana ainda é presente nos dado pelos portugueses, há tanto a se saber, a se provar e a se conhecer.

Conto-lhes que comi algo exótico, típico dos marinheiros, de cultura mantida e preservada.

Parece que estou a falar de política, mas não estou. Comi! Comi polvo xadrez e pimentão na cachaça. Confesso que a cachaça era forte e não dei mais que uma dentada no pimentão vermelho; o pimentão verde, que naturalmente é picante, não pensei em provar.

São tantas barcas nesse nosso país, são marolas e sestrosos e rapazes pescadores. O pescador vai ao mar e se extasia naquela imensidão, é ele, Deus e a divina criação.

Houve poesia:

Não te conheces, portuguesa!

Que ao descer mar, sente o Desterro.

À proteção, cabo e cereja,

De verde e rubra no alto cerro.

 

Não vos conhecem, se marquesa,

Na fidalguia; se há destempero,

Vem calmaria. Vossa nobreza

Faz-se sereno ao timão e remo.

 

Se brasileira, vê a certeza...

Dos seus costumes nesse vedro,

Que veio do mar sua destreza

A navegar, do homem que é Pedro.

 

Não sei se foi o pimentão, mas ainda estou corada desse dia de Bandeiras hasteadas que uniu o Brasil a Portugal.

E a festa vem com música: Canta Chico Buarque!

6 comentários:

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Não sei se sou português ou brasileiro porque sempre considerei os brasileiros tão portugueses como eu.

A língua, os pensamentos e a bondade são iguais de ambos os lados do Atlântico.

La Gata Coqueta disse...



Un felicísimo martes para ti
día internacional del libro,
agradeciendo...
Que soportes mis defectos
que toleres mis humores
y sobre todas las cosas...
Que sepas comprenderme!!
❦ ❦ ❦

Te envío un beso
en el susurro del viento...
...ya se ha ido a encontrase contigo.

Atte.
María Del Carmen


Wanderley Elian Lima disse...

Brilhante. Essa união acrescentou muito a ambos os povos.
Bjux

XicoAlmeida disse...

Lindo Yayá!
Comoveu-me. Pena a distância que o oceano nos faz separar, senão eramos um só país.
Mas é tão bom sermos irmão, verdade?
Bandeiras lindas, as nossas.

Abraço.

Eloah disse...

Querida é por isso que somos assim tão exuberantes no falar e no cantar.Trazemos na alma a essência de dois povos diversos mas tão próximos.Adorei a crônica.Bela!
Forte abraço Eloah

aluap disse...

Há um oceano a separar-nos, mas há tanta coisa igual, que só por isso vale a pena esta troca e enriquecimento de ideias e saberes.

Um abraço desta portuguesa.