Lugares Bonitos

Lugares Bonitos

http://frasesemcompromisso.blogs.sapo.pt/

O blog da Nina, menina que lia quadrinhos.

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Crônica Musical Explicativa

Crônica Musical Explicativa

clip_image002

Aviso aos leitores: Crônica é quando “eu” entro na história narrada, do jeito que eu inventar.

Nesse caso, veio uma amiga leitora da Bíblia e contou sobre o Gênesis na versão dela:

_O demônio era quem? Era o maestro dos anjos celestes. Um dia ele, o maestro quis ser mais famoso e importante que Deus e foi excluído do céu com toda a justificativa por parte de Deus. Afinal, onde se viu o Maestro querer mais que o compositor da vida?

Foi assim que o demônio caiu na terra e até hoje rege os músicos sofrendo e fazendo sofrer os ouvintes.

Estou achando que ela tem alguma mágoa de maestro. No entanto, se foi jogar milho para ver se pesca a galinha, está enganada. Eu não tenho nada contra maestro algum. Até confesso que deles, tenho uma simpatia especial por aquele que me permitiu uma experiência orquestral em apresentação escolar. Um professor que hoje está noutra escola, mas que m fez entender sobre o piano e os primeiros e segundo violinos:

_Você manda neles, não titubeie.

O maestro, enquanto demônio, não funciona. Ou então, funciona para os endiabrados cantores sempre geniosos.

Cantores são geniosos, perguntar-me-ia você, leitor. Sim, os cantores são geniosos e tem motivo para o ser. O instrumento deles é a voz que nos encanta, delicada e humana, mas também corajosa a ponto de enfrentar uma multidão com a mais perfeita afinação.

Como eu ia dizendo, para nós, instrumentistas, o maestro é ponto pacífico de harmonização, nos seus arranjos pontuais.

Quem vive de violão no braço, e canta, e se arranja sozinho é que sabe.

Agora, dizer que a música vem de Deus, mas o maestro do inferno é maldade.

Eis a crônica musical explicativa, eu entrei no meio.

6 comentários:

Maria Teresa Fheliz Benedito disse...

Adorei Yayá!
Me vi até "amaestrando", rsrsrs.
Você é incrível, parabéns e um abraço.

edumanes disse...

Pelo seu cantinho
Neste dia estou passando
Mais frio do que quentinho
Todavia alegre vou andando!

Crónica explicativa vim ler
No meio está o musical
Para a cidade maravilhosa ver
Só no Brasil, porque outra não há igual!

Desejo um bom dia de quarta-feira
para você, amiga Yayá,
um abraço~
Eduardo.

Jossara Bes disse...

Oi Yayá,

Sempre estou por aqui!
Nem sempre comento, pois você escreve
tão "lindamente" que me faltam palavras para tal!
Amo música! Outro dia li uma frase assim: "A música está dentro de você! Você só precisa encontra-la".
Explicando: Tento tocar violão minha vida toda, não encontrei ainda "minha música"!
Beijos!

Ivone Poemas disse...

Olá amiga Yayá, prazer de novo aqui poder ler essa sua crônica!
Maestro é mesmo primordial em seus arranjos musicais, nada de maestro do inferno, que é isso? Nada mesmo!
Grande abraço!

aluap disse...

De certeza que um maestro tem de ter fé em Deus para acreditar na melodia e harmonia da totalidade dos músicos executantes e assim levar música de qualidade a um vasto público que quer estar presente para assistir.
Gostei muito da crónica explicativa :))

Um Abraço.

Luiz Alfredo disse...

A música vem de Deus
ele é o criador
das pautas musicais
dos hinos de amor

Construímos instrumentos
musicais e também compomos
por que somos imagem e semelhança
o pecado é querer ser dono
da eternidade

amei vossa crônica
uma releitura mui bela

Luiz Alfredo - poeta