Loading...
Loading...

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Fígado – Crônica de Hospital

Fígado
clip_image002
Agora que roubaram o seu fígado, você não é mais a mesma pessoa.
_O quê? Roubaram o meu fígado?
Você o roubou de você mesma. Naquele momento em que o pobre infeliz cuspiu sangue em consequência da injeção que tomou no pescoço para tratar do carcinoma, todos passaram mal, menos você. E aquela seringa de sangue que foi levada para repor o sangue que o pobre vomitou? Você virou o rosto e não viu, se trancou em você para não gritar. Você esperou calada que o homem dissesse alguma coisa na porta ao lado e dormiu após o pedido dele para que fosse dado um remédio no qual ele acordasse no dia seguinte. Ele estava contente com o bem estar depois do que passou. Você estava contente por ele e pela esperança de tratamento.
Simplesmente você não será mais a mesma pessoa, a realidade é forte demais e o espírito se ressente. Estamos preparados para a nova você que nasceu agora? Em sentido figurado houve uma metamorfose, ainda com esperança, ainda com fé, ainda com respeito ao ser humano. Constatou-se que não existem limites para se buscar a vida, mas você a sonha e os sonhos, ou, os ideais não morrem, o espírito é imortal enquanto a vida em carne e osso é melhor deixar para depois dizendo não a tanta amargura, tanto fel.
Entendeu agora porque você roubou o seu fígado e o trocou por outro espiritualizado? Se aquele fígado material estivesse se manifestando, a dor do outro te seria insuportável. Este fígado espiritual suporta mais, não se embriaga, procura a pureza nas intenções e atenções ao ser humano.
Por certo a comédia ainda virá, mas agora não. Os parâmetros precisam se reestabelecer, as vontades do corpo e do espírito precisarão caminhar juntas, levará tempo para absorver o sofrimento; dos outros, e mesmo assim doloridos.
A busca pela saúde, respeitando-se a ética é a beleza incorporada ao espírito, que se fortalece com o aprendizado, mas se pergunte se não aprendemos exatamente ao contrário e que é raro o corpo ensinar ao espírito sem o magoar. Diga-se que foi um aprendizado nada sutil presenciar o fato da doença ao lado e a emoção ao ver a alegria do paciente pedindo mais injeções daquelas acompanhadas de remédios para amenizar a dor, ansioso pelo tratamento à base da radioterapia, que seria mais leve.
Seria antiético comentar, mas não o é tendo em vista a força de vontade daquele homem que você não viu o rosto e que bradava as suas vontades e necessidades; ele sim, de um espírito fortalecido e esperançoso, que compartilhava toda a sua dor com os desconhecidos ao seu redor e representa a vida em plena luz.
Espere pelo fígado, que ele se refaça, afinal o fígado é um órgão que se refaz. Enquanto isso use o seu fígado espiritual e o mantenha na fé.

11 comentários:

Mona Lisa disse...

A fé move montanhas!!!

Que seria da nossa vida sem fé?!

Beijos.

CORAÇÃO QUE PULSA disse...

YAYÁ...

Grata por sua visita e palavras.

SABE...
Às vezes, os PEDACINHOS ARRANCADOS de nós, CONSTROEM...FORMAM...RENASCEM...em NOVAS pessoas.
Tiramos UM PEDACINHO...para que o CORAÇÃO se engrandeça com a TRANSFORMAÇÃO.Cada MINUTO restante...cada MINUTO perdido...é SOMADO...MULTIPLICADO, para vermos a NOVA criação.
E EU!...
Quando entrei aqui e li VOCÊ...vi...senti...no meu CORPO o MOVIMENTAR de veias,artérias,membros superiores e inferiores,que num reboliço total...procurou se ALINHAR à nova TRANSFORMAÇÃO que sua palavras estavam causando à ele.
É momento de SOMAR...
ACREDITAR...
Momento de FÉ...

QUE DEUS te CUIDE...
Um forte abraço.
Clélia.

Marisete Zanon disse...

A última frase da crônica é o ponto crucial. Muito bom! Bem vinda de novo!

manuel marques Arroz disse...

Bom texto.

Beijo.

aluap disse...

Os meus parabéns pela crónica e pela lição de fé.

O meu abraço de amizade.

D. Garcia disse...

Esperança e fé. E tudo está no espírito. Nosso corpo, um invólucro para o aprendizado necessário.
Esperança e fé é tudo.
Abraços, Yayá.
http://dagarpower.blogspot.com

Sor.Cecilia Codina Masachs disse...

Hola mi querida Yayá, mi blog cumple 3 años y mi libro se publica en España. Os dejo más noticias.No tengo más tiempo, disculpame.
Con ternura
Sor.Cecilia

AquilesMarchel disse...

a fé é importante mas as vezes cega
os nossos pedaçoes estao sempre se reconstituindo a nao ser as pessoas que tem mania de sofrimento e fica abrindo os pontos

Bergilde disse...

Acredito também que com fé e perseverança muitos milagres se realizam,inclusive os de saúde.Bela história,bom retornar aqui!

Jonatan Israel Quadros disse...

kurti... e serve de aviso... preciso aliviar no RUM.

MARINHEIRO JOPZ

IDERVAL TENÓRIO disse...

Bravo,bravo,levarei para a minha aula de gastroenterologia logo após as eleições para os alunos saborearem o que é uma alma,uma visão holística e uma visão humana.Obrigado e Parabéns.Iderval.