Lugares Bonitos

Lugares Bonitos

http://frasesemcompromisso.blogs.sapo.pt/

O blog da Nina, menina que lia quadrinhos.

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Nuvens

Nuvens

clip_image002

Nuvens soltas

São tão leves,

Passam breves.

 

Nuvens juntas,

Chovem cuntas,

Sapos verdes.

 

Homens, sedes

Bebem charcos

De águas cerces.

 

Soltas, leves;

Quando juntas,

Chovem raios.

25 comentários:

Ma Ferreira disse...

versos suaves mas quanto significado!!
adorei!!

Marly Bastos disse...

É... Nuvens podem ser suaves ou medonhas, depende da carga de energia por lá.
Beijokas doces

Célia disse...

Olá, Yayá! Belos Hai-Kais... objetivamente dizem muito em paralelo com o homem e a natureza! Parabéns! Abraço, Célia.

Natalia Campos disse...

Me deu vontade de deitar nas nuvens dos teus versos. Encantada!

Beijos, querida. Ótimo final de semana. Au revoir ;)

Marisa Ferreira disse...

Tão bonito. Muito simples mas tão bonito =) *

Felicidade Clandestina disse...

adoro nuvens :)
vira e mexe enxergo um desenho em uma.



ah, esse verbo peraltar é uma delícia, hein?!
vou ali olhar o mar do porto da barra e peraltar com mariana de 1 ano e 4 meses.


beijos minha querida e um fim de semana recheado de leveza.

marlene edir severino disse...

Sempre suaves teus versos,
feito nuvem
e aqui em harmoniosa composição.

Abraço, Yayá!

Artes e escritas disse...

Célia, essa é uma tentativa de haicais, uma compreensão me faz feliz. Um abraço a todos, Yayá.

Jopz_B1B disse...

Kurti!

Ingrid disse...

lindas nuvens querida..
leves..
beijos perfumados

a vida em toda a dimensão disse...

Quando se vai num avião e vimos
as nuvens pensamos nelas da
mesma forma ou não? E há céu
ou não?
Um prazer estar aqui.
Bj

Zil Mar disse...

lindos versos....

são ternos...carregados de ternura...assim como vc...

obrigada pelo seu carinho de todos os dias...

faz a diferença nos meus dias...

meu carinho...

Zil

Maria disse...

Lindissimo! Com as suas nuvens eu hoje divaguei para bem longe.
Bom fim de semana
beijinhos
Maria

A.S. disse...

Adorei o subtil jogo de palavras...
Lindoooooo!


Beijos,
AL

Andre Martin disse...

Adoro chuvas com RAIOS!!!
É perigoso, eu sei, mas é fascinante!

Confesso que tive que recorrer ao dicionário online para saber saber o que é cuntas e cerces (e não descobri),
mas as rimas ficaram legais.

Artes e escritas disse...

André: cuntas é uma palavra arcaica e significa contas e cerces é o plural de cerce que significa rasa (águas rasas). Boa pergunta. Abraço a todos, Yayá.

Jorge disse...

Hoje há muitas por aqui
mas abafam simplesmente!

Vera Lúcia disse...

Yayá,
Adoro este seu jeito de poetizar.
Estes haicais ficaram uma belezura.
Ótimo final de semana para você.
Beijos.

Fabrício Santiago disse...

Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Fabrício e cheguei até vc através do Blog Krasivo. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir meu blog Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. Estou me aprimorando, e com os comentários sinceros posso me nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs

Narroterapia:

Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.

Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

Abraços

http://narroterapia.blogspot.com/

IDERVAL TENÓRIO/DRA VIRGINIA TENORIO disse...

Nos cafundós do Araripe,hoje o Geopark do Araripe (CEARÁ/PERNHAMBUCO )quando menino,eram as nuvens o norte, o fruto e o pão,eram as nuvens os brinquedos ,os passas tempo; eram as nuvens :a esperança,a fartura e a alegria daquela gente sofrida à espera da chuva. As abençoadas nuvens vinham acinzentadas,escuras cor de chumbo, carregadas de a´gua, eram sinais de boas novas para um povo sedento. Os pássaros cantarolavam,as borboletas voavam baixo,os animais domésticoS mudavam de pelo,os sapos apareciam dos brotões,as cigarras ficavaam mudas,as Rosinhas se aprontavam para os casamentos COM OS ZEZINHOS,como diziA o grande Zé Dantas e Luiz Gonzaga "E SE A SECA NÃO ATRAPAIÁ MEUS PRANOS,QUER QUI AI SENHOR VIGARIO,VOU CASAR NO FIM DO ANO".

Para o Nordeste nuvens cinzas é sinal de chuva e de tempo bom.
Um abraço emocionado do fã mais que numero 01-Iderval Reginaldo Tenório-
POESIA É CULTURA, POESIA É VIDA,POESIA É HUMANISMO.

driderval@bol.com.br
http://www.iderval.blogspot.com

Ananda disse...

versos simples mas que contém significados inumeros. abraço

IDERVAL TENÓRIO/DRA VIRGINIA TENORIO disse...

Parabens ao Grande Andre Martins, estas palavras são seiscentistas, de parabéns ainda mais a minha querida Yayá que mostrou o seu vasto conhecimento da evolução do Portugues, coisa rara nestes dias. Uma dica para os mais novos:procurem um livro que tem o Título- A LÍNGUA DO NORDESTE, de Mário Morroquim, é coisa rara,é um livro de muito valor cultural, é uma relíquia. Poesia é cultura. Iderval Tenório.

tecas disse...

Suas nuvens, querida Yayá, são de uma beleza suave.São palavras de algodão. Leves e belas mas com muito sentido. Parabéns. Levo o selinho comigo. Bjito e uma flor.

Paulo Sotter disse...

Métrica perfeita. A leveza das palavras breves faz com que ao pronunciá-las sinta-se a presença das nuvens, lindas, brancas, leves. Parabéns. Um abraço!

Rosa da Rosa disse...

Yayá, nada sei. Venho aqui para aprender com você, ou nas nuvens, ou nos rios ou em terra firme lhe encontro. Beijos e obrigada pela honra de suas visitas. Rosa.