Loading...
Loading...

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Dálias

Dálias

clip_image002[6]

Caminhar com sandálias

Ao calor do mormaço

E entreter-se com dálias

Ao jardim num abraço

De amizade são dádivas

Recebidas ao passo

Dos aromas às largas.

 

Ao prazer das passadas,

Descansar no regaço

De um momento às arcádias

Delicadas, compasso

Com a terra às sagradas

Intenções do versado;

Expressões de crisálidas.

3 comentários:

Lilian disse...

Hermosa poesia !!!
Leer poesias en portugues es doble disfrute para mi , adoro tu idioma ... escribis muy lindo Yaya .
Y entre dalias que recuerdan mi infancia ... espero contar con la dadiva de tu amistad .
Un cariño , buenas noches .

Artes e escritas disse...

Amizades são presentes, uma nova amiga é bem vinda. Grata, Yayá.

Bergilde Croce disse...

Linda poesia,de grande inspiração.
Abraços meus também!