Loading...
Loading...

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Ainda Dá Tempo!

Crônica:

Ainda Dá Tempoclip_image002!

Essa é uma história infantil que me foi contada inúmeras vezes:

João e Maria tinham um filho que era muito arteiro. Eles perdiam a paciência e puxavam-lhe as orelhas para todas as artes que o menino fazia. O menino tinha as orelhas vermelhas e um senhor percebeu o que ocorria e disse:

_Não puxe as orelhas do seu filho até sangrar. Não puxe!

Os pais pensaram do que entenderia aquele homem da educação do filho que não era dele. Eles eram os pais e poderiam educar o filho à sua maneira. Eles impuseram o castigo até que uma hora, sem querer, arrancaram a orelha do filho, que nunca mais os escutou ou obedeceu.

Por que me contaram tantas vezes? Por dois motivos: o primeiro é aprender a não responder com violência a atitudes inconseqüentes que possam ser resolvidas pelo diálogo, para que aprendesse a dialogar e, o segundo para que eu ficasse surda aos apelos da agressividade dos outros.

E porque eu conto a história de novo? Porque é preciso ensinar aos jovens que violência não se responde com violência e não existe razão para obedecer a pessoas agressivas. Desobedeça aquela pessoa que pode te arrancar as orelhas. Criem maneiras para resolverem os seus problemas.

Espero que essa história um tanto quanto trágica ainda possa ser útil.

Nenhum comentário: