Loading...
Loading...

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Um Retirante no Sul

clip_image002

Um Retirante no Sul

Adalgisa foi ao cinema com o marido. Um filme bom e tinha uma fila enorme para comprar os ingressos. Do meio da fila, ouve-se o chamado:

_Adalgisa, minha querida!

José, o marido, abraçado à mulher, ri-se da coincidência. Outra Adalgisa estava na fila do cinema.

Ouve-se novamente o chamado:

_Adalgisa, minha querida. Não me vê, menina?

José e Adalgisa procuram e não encontram o dono da voz.

José, coçando a cabeça, pede para que Adalgisa se afaste da fila para ver se é a ela que chamam. Ela se afasta.

Do meio da fila, sai um homem de um metro e sessenta, moreno, de óculos, que diz:

_Adalgisa, meu amor, que bom te ver. Ele a abraça e ela corresponde ao abraço.

José sai da fila para conhecer o admirador da mulher. José, nos seus um metro e setenta e cinco de altura, não vê no baixinho um rival ou amante. Estaria Adalgisa deprimida ao ponto de arranjar um amante? Franziu a testa e foi cumprimentar o homem.

_Boa noite, eu sou o marido da Adalgisa. Como vai? Você é colega de trabalho dela?

_Deixa eu te contar homem. Adalgisa fez o meu imposto de renda, dois anos seguidos.

José se sente constrangido. A mulher dele fez o imposto de renda de um desconhecido e ela não é contadora. A mulher dele é esteticista de um salão de beleza.

Quanto mais o marido fica estranho, mais o homem ri.

_Meu nome é Raimundo, seu José. Muito prazer em conhecê-lo. Permita-me abraçar a sua mulher mais uma vez antes de entrar no cinema.

José disse sorrindo que ele poderia abraçá-la, mas perguntou aos dois se tinha sido um prazer o imposto de renda dele.

Raimundo ria com uma risada nordestina e pura.

_Seu moço José, eu vim de lá com uma mão na frente e outra atrás, não tinha emprego com carteira assinada. Vim do Rio Grande do Norte e cheguei ao Rio Grande do Sul procurando emprego. Aqui no sul do Rio Grande do Sul consegui emprego e me fiz como gente. Dizem que nordestino é preguiçoso, mas com a barriga vazia, quem não é? Os meus colegas não conversavam comigo, aqui no sul tudo é muito diferente. Diga-se que lá no nordeste eles seriam considerados mal educados. Adalgisa atende o público, ela é obrigada a tratar bem o seu público. Eu a escolhi a dedo. O meu primeiro imposto de renda foi Adalgisa quem fez, eu não saberia fazer sozinho e não tinha tempo para ir até a Receita Federal. Eu amo o meu emprego e só falto se estiver morto. A fome, a farinha de almoço, os barrigudinhos para criar, não é fácil não. Agradeça por ter Adalgisa a seu lado, ela é uma boa mulher. Se os homens perguntassem às suas mulheres o que elas fazem, antes de julgá-las, a vida seria melhor.

Estava na hora do filme e a fila diminuíra. Raimundo pediu licença e correu para entrar no cinema.

José e Adalgisa desistiram e, foram embora para caminhar, conversar, comer um churrasco. Tomaram suco de frutas natural e se entenderam de um jeito todo especial.

Nenhum comentário: