Loading...
Loading...

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Distração–Poesia Sinc

clip_image002

Distração

Ouro de tolo no escuro

Brilha na luz da avenida,

Palma de mastro imaturo

Quebra esse mastro em partida.

Salto de coco maduro

Cai na cabeça dorida,

Leva seu leite pão-duro

Fere a cabeça atingida.

Óleo tão puro, o seu furo

Sana a redonda tingida;

Ganha a refrega Epicuro

Diz a turista cingida.

Nenhum comentário: