Lugares Bonitos

Lugares Bonitos

http://frasesemcompromisso.blogs.sapo.pt/

O blog da Nina, menina que lia quadrinhos.

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Entre Páginas e Blogs

clip_image002clip_image004

Entre páginas e blogs.

Os arteiros de todas as áreas artísticas têm no seu blog uma maneira de mostrar o que fazem através dos conhecimentos compartilhados com outros blogueiros e o blog também é uma rede social de difusão dos surgimentos das novas tendências culturais. Pelas razões expostas, o blog é agradável para o arteiro que dialoga com o seu público.

Porém à medida que o talento se desenvolve e, no momento da criação de uma página própria, ou “o site do artista” muitas dúvidas surgem.

Visitei a página dele e me pareceu que é um exemplo do momento da criação da página. Sebastião tem vários livros publicados, entre eles livros de poesia e sobre as vantagens e dificuldades do cooperativismo. Ao total são cinco livros de sua autoria. Quando se chega a esse patamar, é uma necessidade montar a página e ao mesmo tempo manter o blog.

Alguém me perguntaria o porquê de manter o blog se o artista já chegou onde se pretendia chegar e deixou de ser um arteiro, como a maioria de nós (eu me incluo aí). Os blogs continuam funcionando como uma rede de exposição da obra. O formato blog é social, ou seja, existe um diálogo com outros blogueiros e com o seu público pessoal. A página deve se restringir aos negócios, à venda da obra já realizada.

Sebastião Fernandes, um exemplo para os arteiros, sejam amadores ou iniciantes, até mesmo com um ou dois livros de sua autoria, colocada à venda no mercado livreiro. Para quem deseja conhecer a página dele, o endereço é

www.comerciodepesqueira.com/sebastiaofernandes

Um comentário:

Carla Giffoni disse...

É verdade. Eu faço do meu blog e das páginas de literatura que escrevo uma maneira de dar visibilidade aos meus textos. Porque, afinal, "sou apenas uma garota latina americana, sem dinheiro no banco, sem parentes importantes e vinda do interior", como já disse os versos da música. beijos, Carla Giffoni