Loading...
Loading...

sábado, 4 de dezembro de 2010

Bem te Vi - a singeleza da alma.

 

Bem-te-vi

Bem-Te-Vi

Bem te vi seu arteiro!

Recebi do carteiro

Um bilhete amoroso

E um bombom saboroso.

O bombom, comi. Inteiro.

Lambuzou-me o recheio

De cereja, uma rosa

Enfeitando a prosa.

Bem te vi bem faceiro

No retrato ligeiro

De beleza formosa,

Ajeitado sem glosa.

Coloquei-o no roupeiro,

Afeição o dia inteiro.

Guardarei esperançosa

A lembrança charmosa.

Bem te vi bem ligeiro

Namorado e escoteiro

Da paixão caprichosa

A sonhar virtuosa.

De um amor romanceiro,

Um cupido certeiro

Que flechou essa airosa

Namorada bondosa.

Nenhum comentário: