Loading...
Loading...

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

A Inocência

clip_image002clip_image004

A Inocência

A inocência encontrada

No sorriso puro e impreciso

Da mocinha ensimesmada

Com o jovem tão indeciso,

A carência demonstrada

Ao mostrar a falta de siso;

Juventude linda e espelhada

Num desejo bom e conciso

De mãos dadas. Entre a laçada

De carinho, une um sorriso

Ao infinito em ser amada.

A inocência encontrada

No rapaz viril e preciso

Que protege a amada,

Da intempérie um improviso,

Decidido nessa empreitada

A seguir sem nenhum aviso;

Premiado em descuidada

Aventura; amor indiviso.

A inocência encontrada

Acredita, não faz juízo

De valor. Brisa delicada

Na florada do paraíso,

Traz frescor d’alma à invernada,

Recupera e dá um reviso;

Esperança tão procurada,

A Inocência inocentada.

Nenhum comentário: